Bloomer a nova marca de roupa de praia

Bloomer – Beach & More é 100% portuguesa e reinventa o tecido turco nacional

Acaba de chegar ao mercado a Bloomer – Beach & More (BB&M), uma marca portuguesa de roupa de praia, que reinterpreta o tecido “turco” nacional – reconhecido internacionalmente pela sua extrema qualidade – transformando-o em peças de roupa muito femininas, originais, confortáveis e com cores inesperadas. A marca dirige-se a quem aposta na exclusividade, originalidade e arrisca marcar tendências.

A BB&M nasceu com a Responsabilidade Social no seu ADN. A marca considera que somos todos diferentes, mas todos iguais. A Bloomer- Beach & More defende uma sociedade mais inclusiva e, por isso mesmo, Madalena, com Trissomia 21, filha de Bibá Pitta, foi o rosto selecionado para representar a primeira coleção da marca. A BB&M vai, por isso, apoiar a Associação Portuguesa de Portadores de Trissomia 21 (APPT21) e o seu Centro de Desenvolvimento Infantil Diferenças – uma unidade autónoma da APPT21 – que, para além da realização de consultas de neuro desenvolvimento, dinamiza a administração das mais modernas metodologias de avaliação, a formulação de diagnósticos e a execução de programas de intervenção específicos para as perturbações do neuro desenvolvimento infantil. Por cada peça de roupa Bloomer vendida, a marca está a contribuir para uma campanha contínua de angariação de fundos para o centro Diferenças.

Cristina Barahona Fragoso e Vera Cazal-Ribeiro são a dupla de empreendedoras que deu vida à Bloomer – Beach & More. As duas amigas decidiram criar roupa de praia, confortável e original, utilizando uma máquina de costura convencional. Daí até surgir uma colecção de modelos, que todas as amigas queriam ter, passaram-se apenas alguns meses. A primeira coleção da marca Bloomer – Beach & More já se encontra à venda em diversos pontos do País e as peças são o must have deste verão.

Para a coleção Bloomer – Beach & More Verão 2016, a marca optou pela produção de 10 modelos com nove cores, nos tamanhos S/M e M/L. As peças da coleção deste ano a destacar são calças bloomer, macacos curtos com argolas, macacos curtos tipo vestido, vestidos com tecido a imitar cabedal e vestidos compridos com corda nas alças.

Das cores escolhidas destacam-se o branco cru, caqui, encarnado e azul petróleo. Os modelos são práticos, confortáveis, descontraídos, mas muito trendy.

As roupas Bloomer são muito marcantes e permitem criar um look irresistível, com várias combinações de cores e peças. A originalidade é um dos valores acrescentados da marca que, ao optar por produzir um número moderado de peças, também garante maior exclusividade para quem gosta de usar roupas únicas, numa combinação inteligente de conforto e elegância.

O nome Bloomer – Beach & More foi inspirado na estória das “Bloomer”, uma peça de vestuário criada pelas americanas Elizabeth Miller e Amélia Bloomer, no início de 1850, e que revolucionou a história do vestuário feminino.

Amélia era advogada e lutava pelos direitos das mulheres. Uma das reivindicações de Bloomer, e das suas amigas, era a possibilidade de utilização de um vestuário mais confortável e prático para as mulheres, que já trabalhavam em fábricas ou no campo.

Queriam usar calças, o que não era aceitável na época, já que esta simples peça de roupa diferenciava os homens das mulheres. Amélia Bloomer resolveu, então, criar uma revolucionária peça de roupa: “uma saia curta sobre uma calça turca volumosa”. Assim nasceram as primeiras calças das mulheres – Bloomers – largas, compridas e folgadas, que estreitavam nos tornozelos e eram usadas por baixo das saias.

No século XIX, com a utilização das bicicletas e a democratização da prática de desporto, estas calças começaram a ficar populares, porque permitia que as mulheres conseguissem pedalar de forma mais confortável.

Nos Estados Unidos e na Inglaterra, as mulheres começaram a adotar as bloomers, no entanto, ainda eram poucas as que tinham coragem de as usar, porque eram ridicularizadas pela sociedade e insultadas pela imprensa.

Contudo, com o passar do tempo, as bloomers tornaram-se moda para a classe média, ficando ainda mais populares em 1910 e 1920.

As calças Bloomer foram uma das mais importantes mudanças da história do vestuário feminino, porque quebraram a regra universal de “calças para homens e saias para as mulheres”. Desta história parte também o conceito da marca, baseado na confecção deste tipo de calças, o modelo referência da Bloomer – Beach & More.

Ler artigo